Em 2022, a Milenar Media foi desafiada a receber uma estudante vinda de Harvard University para realizar um estágio de verão.
A estudante em questão, Samantha Simpson, é natural dos Estados Unidos da América e frequenta um curso de História.

Tendo por base o core da Milenar Media, bem como o de todo o grupo Global Proud, articulando-o com a área de estudos da Samantha, desafiámos a estudante a contar um pouco da História de Portugal e de Lisboa, através das redes sociais. Ao criar uma conta de Instagram e TikTok, baseado na série “Emily in Paris”, presente na Netflix , nasceu o projeto “Samantha in Lisbon”.

A História é tida, pelas gerações atuais, como um assunto pouco interessante sendo por vezes negligenciado. Desta forma, e com o objetivo de tornar este assunto novamente apelativo, optámos por uma estratégia disruptiva: contar a História através de short content. Inicialmente, pensámos em algumas ideias que pudessem representar da melhor maneira a mensagem que queríamos transmitir: a História pode ser vista como algo apelativo. Assim, começámos por desenhar como iria ser o projeto e que tipos de conteúdos seriam partilhados nas contas de Instagram e TikTok. Com o objetivo de articular da melhor forma estes conteúdos, elaborámos um calendário com os tipos e conteúdos, a rede social destinada e os locais a visitar. Ao início, a Samantha sentiu-se um pouco apreensiva pois a produção de conteúdos para as redes socias saía do espectro da sua zona de conforto. No entanto, conforme o projeto foi avançando e ganhando forma, a estudante começou a adquirir um gosto pelos conteúdos que fazia e a confiança foi tomando conta dela. Após algumas semanas de trabalho, com elaboração de vídeos de TikTok mais informativos e com conteúdos para Instagram relacionados à vida lisboeta, conseguimos retirar algumas conclusões sobre este formato inovador no panorama nacional.

Ao analisar alguns números relativos aos conteúdos previamente mencionados, constatámos que este tipo de conteúdo cria um engagement extraordinário perante as gerações mais jovens, nomeadamente entre a geração Z e a geração Alfa, que despendem uma grane parte do seu tempo em plataformas online.

A utilização destes formatos, e a disponibilidade dos mesmos nas redes sociais, gera curiosidade perante os seguidores e nós pudemos comprovar isso através do exemplo do TikTok relativo ao Padrão dos Descobrimentos. Neste vídeo, obtivemos o maior número de views, engagement e comentários, gerando uma “conversa” entre os seguidores de “Samantha in Lisbon”.

 

Espero que a Samantha tenha a oportunidade de mostrar o seu case em Harvard University e que nós, aqui em Portugal, consigamos desafiar o Ministério da Educação a olhar para estas novas formas de gerar conhecimento e curiosidade junto das gerações mais jovens. Neste sentido, pretendemos mostrar perante o Ministério da Cultura e o Turismo de Portugal que Portugal é também apelativo pelas sua História e, sendo assim, ao investir em “contar histórias” estamos, ao mesmo tempo, a criar riqueza.”, Ana Marques, CEO da Milenar Influence Media.

 

Texto redigido por Bruno Marques, departamento Conteúdos Milenar – orientador do estágio da Samantha.

 

In 2022, Milenar Media was challenged to receive a Harvard University’s student to do a summer internship. The student’s name is Samantha Simpson and she’s from the United States of America and she’s attending to History degree classes.

Considering Milenar Media and Global Proud Group’s activity we tried to connect it to Samantha’s degree. So, to do it, we challenged the student to talk about Portugal’s and Lisbon’s history, trough social media. By creating an Instagram and TikTok account, based on Netflix’s “Emily in Paris” the project “Samantha in Lisbon” was born.

History is regarded as an uninteresting subject being sometimes neglected by today’s generations. So, to make this subject appealing again, we opted for a disruptive strategy: teach History trough short content. Initially, we thought in some ideas that would be able to communicate the main message: History can be seen as appealing. Thus, we started by designing how the project would be and what would be the right type of content, according to the social media platforms we wanted to work on. Following this, we elaborated a schedule with every content to be made, the platform in which the content would be shared and the main places to visit. In the beginning, Samantha felt apprehensive because this activity represented stepping out of her confront zone. However, as the project started, she started to feel more and more confident, and she gained the pleasure in what she was doing. After a few weeks of work and by doing informative TikTok videos and lifestyle related content on Instagram, we were able to draw some conclusions about this new format on the national scene.

By analyzing some figures related to the previously mentioned content, we found that this type of content creates an extraordinary engagement with the younger generations, namely between the Z and Alpha generation, who spend a large part of their time on online platforms.

Using this type of content, on social media, creates curiosity between the followers and we realized that by looking at Padrão dos Descobrimentos’ TikTok video. On this video, we got the large number of views, comments, and engagement, and we managed to start a “conversation” between them.

 

I hope Samantha can present her case in Harvard University and, here in Portugal, we can challenge the Education Ministry to look at these new ways of creating knowledge among the younger generations. Also, we want to show to the Culture Ministry and the Portugal’s Tourism Department that Portugal is also appealing by its famous History. To conclude, we want to show that by investing in “telling stories” we are, at the same, creating wealth. “, Ana Marques, Milenar CEO.